Percepção Musical 2

Aqui você encontra descrições sobre a disciplina. O cronograma e os conteúdos podem sofrer modificações de acordo com a turma.

Sem Título-1,1Ementa:  Treinamento auditivo. Continuidade e aprimoramento do trabalho desenvolvido na série anterior, com ênfase na parte prática. Percepção harmônica. Exploração de diferentes timbres e regiões extremas da escala geral. Desenvolvimento da capacidade de identificação de estruturas musicais simples até as mais elaboradas.

Desenvolvimento de dois contextos de trabalho: 1) Frentes Melódica, Rítmica e Harmônica; 2) Reflexão da aprendizagem. Frentes Melódico/Harmônica. Intervalos mistos: simples e compostos (melódicos e harmônicos). Melodias tonais e modais a 1, 2 ou mais vozes (diferentes claves) para leitura e/ou escrita. Acordes em tríades e em tétrades na fundamental e invertidas. Sons reais e transposição. Melodias tonais com cromatismos (expansão tonal). Percepção de forma, textura, motivo. Melodias atonais. Rítmica. Compassos alternados (mudanças métricas) e mudanças de andamento. Acentos, síncopa e sobreposição de compassos. Grupos rítmicos sem identificação de compassos. Estudos rítmicos de duas a quatro partes. Ritmos brasileiros. Reflexão da aprendizagem. Avaliação das habilidades musicais. Discussão sobre aspectos do estudo da percepção musical: como leitura à primeira vista, o ensino da música por diferentes educadores, Metodologias e ferramentas no ensino da Percepção Musical. Autoavaliação.

Sistema de avaliação: .Provas de leitura musical: com solicitação individual e/ou de pequenos grupos;.Provas e/ou trabalhos escritos (musicais e/ou dissertativos): solicitação individual; .Qualidade de participação nas aulas. Obs. Sujeito a modificação de acordo com o perfil da turma. A média na UNESPAR/EMBAP é 7,0. No exame final é 6,0. Média abaixo de 4,0 não dá direito à exame.

Material principal de aula 
Cada aluno se responsabiliza pela busca dos livros e deve traze-los todas as aulas. Opcional: diapasão de garfo.
Dica de compra on line para livros de sebos: www.estantevirtual.com.br
Pasta da xerox: itens para provas ou trabalhos, ou seja, textos, partituras e orientações.
Horários de aula: devem ser respeitados. A chamada será feita após 15 min. do início. Para ser aprovado o estudante precisa ter 75% de frequência. A falta em um dia de aula resulta em 02 ausências.
Sem Título-1

Bibliografia básica

BENWARD, Bruce; KOLOSICK, Timothy. Percepção Musical: prática auditiva para músicos. Trad. Adriana Lopes da Cunha Moreira. São Paulo: Editora da USP e UNICAMP, 2009. http://www.mhhe.com/socscience/music/benward7/train.htm

BERKOWITZ, Sol; FONTRIER, Gabriel; KRAFT, Leo. A new approach to sight singing. New York: Norton & Company, 1997.

CAMPOLINA, Eduardo; BERNARDES, Virgínia. Ouvir para escrever ou compreender para criar? Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

CIAVATTA, Lucas. O passo: um passo sobre as bases de ritmo e som. Rio de Janeiro: L.Ciavatta, 2009.

DUARTE, Aderbal. Percepção Musical – método baseado na MPB. Salvador: Boanova, 1996.

GUEST, Ian. Harmonia – método prático vol. I e II. 3. ed. Rio de Janeiro: Lumiar, 2006.

GRAMANI, José Eduardo. Rítmica. Campinas: Perspectiva,1999.

EDLUND, Lars. Modus novus: studies in reading atonal melodies. Stockholm: AB Nordiska, 1963.

PRINCE, Adamo. Método Prince – leitura e percepção – ritmo. Vol. 1 a 3. Rio de Janeiro: Lumiar, 1993.

ROCCA, Edgard. Ritmos brasileiros e seus instrumentos de percussão. Rio de Janeiro: EBM, 1986.

ROSÁRIO, Pedro Sales Luís. Estudar o estudar: (Des)venturas do Testas. Porto: Porto editora, 2004.

ROSÁRIO, Pedro; NÚNEZ, José Carlos; GONZÁLEZ-PIENDA, Júlio António. Comprometer-se com o estudar na universidade: cartas do Gervásio ao seu umbigo. Coimbra: Almedina, 2006.

SALAZAR, Marcelo. Batucadas de samba: como toca samba. Rio de Janeiro: Lumiar, 1991.

SOBREIRA, Silvia. Desafinação vocal. Rio de Janeiro: Musimed, 2003.

VILLA-LOBOS, H. Solfejos – canto orfeônico vol.1. São Paulo/Rio de Janeiro: 1976.

 

Bibliografia Complementar

BARBOSA, Cacilda. Estudos de ritmo e som. Preparatório ao 4o.ano. Rio de Janeiro: [s.n], 1987.

BUSCH, Sigi. Ear training – jazz, pop, rock. Rottenburg, Germany: Advance Music, 1994.

COLLURA, Turi. Improvisação: volume I: práticas criativas para a composição melódica na música popular. São Paulo: Irmãos Vitale, 2008. Impresso e CD.

VANZELLA, Patrícia; BENASSI-WERKE, M.; GERMANO, Nayana G.; OLIVEIRA, Maria Gabriela M. O ouvido absoluto: prevalência e características em duas universidades brasileiras. Anais do Simpósio Internacional de Cognição e Artes Musicais SIMCAM, V, de 2012.

Iniciativas para nos inspirar:

Projeto Prata da Casa, prof. Dra. Lucia Becker Carpena (DEMUS-UFRGS) pratadacasa@ufrgs.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: