Biografia

Sou natural de Pirajuí, interior de São Paulo, mas foi em Bauru que passei minha infância e iniciei os estudos de flauta doce.

Tenho e tive grande, contínuo e inigualável suporte dos meus pais Leila e Shingiro desde criança para estudar música e depois para seguir profissionalmente para a Música. Eles nos incentivaram amorosamente, eu e meus irmãos, Márcio e Fernando, a vivenciarmos também artesanato, desenho, jogral, enfim, sermos arteiros. Participaram conosco de dezenas de recitais de escolas de música, de apresentações em diferentes cidades do interior, nos levando a eventos e cursos até a escolha da universidade. Minha primeira professora e também parte dessa história em família foi a minha tia Rosely Okabe e uma das maiores responsáveis por eu aprender de forma lúdica. Por causa dela, sempre gostei de teoria musical e achava o máximo compreender tudo da partitura. Também com ela aprendi a ser monitora de flauta, quando ainda na pré-adolescência, eu acompanhava seus alunos e alunas a estudar. Meu tio Mário ornamentava as minhas tarefas com origami e isso foi ampliando o meu olhar; um bom tempo depois veio meu primo Francisco que se somou ao time da música e se tornou um dos meus grandes parceiros em composições. A arte é muito o nosso cotidiano há muitos anos, com meus familiares, pais, irmãos, primos e tios, desde a geração dos meus avós. Hoje compreendo que toda essa presença me deu o amor pelo estudo e pelo palco como uma expressão maior de dedicação e carinho.

Fui para a flauta transversal e estudei chorinho com os grandes professores George Vidal e Paulo Villaça, em Bauru. Depois, em Piracicaba, fui aluna de flauta (erudita) do professor Rafael Gohbe; e no Conservatório de Tatuí, tive aulas com os professores Edson Beltrami e Otavio Bloes. Na Unicamp fui aluna do professor Sávio Araújo e Celso Veagnoli. Sempre, desde o meu início em família, tive grandes professores!

Na pesquisa preciso citar meu orientador de tanto tempo: prof. Dr. Ricardo Goldemberg (Unicamp). Ele me recebeu na graduação (era coordenador), depois me orientou no mestrado e doutorado. Venci um a um dos desafios que apareceram sob a ótica apurada dele - que depois se tornou um olhar de conselho. Professora Maria Lúcia Pascoal foi outra grande voz nas minhas pesquisas e conquistas nessas fases. E a que me impulsionou foi a professora Aci Meyer (na graduação).

Meus caminhos com a música se fortaleceram com minha família e com os amigos. E especialmente ao aprender também com meu esposo Fabio Scarduelli. Por acompanhar uma trajetória de união entre teoria e prática musical (com uma disciplina incomum ao violão) é fácil dizer que tenho muitos ícones por perto.

É por essas histórias que considero: o que essa arte musical tem de melhor é a oportunidade de compartilhar boas energias e de aprender juntos!

Como docente e pesquisadora, me dedico ao estudo da teoria e percepção, leitura e escrita musical com um cuidado atento ao ser humano. E é com esse princípio que desenvolvo minhas aulas na Universidade Estadual do Paraná, Campus Curitiba I/EMBAP, em Curitiba, onde trabalho desde 2012.

Por esse site você vai ver que sou autora de livros didáticos para o ensino fundamental e outros níveis de estudo. Ouvirá também minhas composições e o quanto apoio iniciativas lúdicas, com mix teórico e metodológico para difundir Música.

Aqui está um pouquinho da minha história. {De imensa gratidão}. Espero que goste dos materiais e se divirta!

Um grande abraço daqui, Cristiane Otutumi

Formação

Mini Currículo Acadêmico

Natural de Pirajuí-SP, é doutora em Música pela Unicamp, especialista em Arteterapia (Universidade Potiguar/Alquimy Art) e bacharel em Música Popular (Unicamp). Como escritora desenvolve trabalhos acadêmicos para teoria e para o ensino de música, em diferentes publicações. Atualmente é docente da Universidade Estadual do Paraná – Unespar/Embap, em Curitiba-PR nos cursos de Graduação em Música (Licenciatura; Bacharelado em Instrumento; Composição e Regência), curso de Especialização e projeto-curso de Extensão universitária. Faz parte do comitê editorial da Revista Vórtex (periódico acadêmico da instituição). É vice-líder do grupo de Pesquisa em Epistemologias e práticas em Educação Musical – EPEM. Lattes

English

Born in Pirajuí-SP, Brazil, Cristiane Otutumi has a Ph.D. and Master in Music, Theoretical Foundations at University of Campinas – Unicamp (2013, 2008). In these works she studied how professors have been teaching music perception in music colleges and what strategies to improve the learning context. She is specialist in Art Therapy at Potiguar University/ Alquimy Art (2005), and has bachelor degree in Popular Music from Unicamp (2003). Author of the collection “Musical paths” – material for children in elementary education, with her own compositions (2014); “Who likes to read rhythm?” also for children and beginners (2018) and “Practical Perception” audios and books (1. / 2.) to students of college. Currently she’s a professor of Music perception at the University of Paraná – Unespar / Embap, in Curitiba, Brazil